GO: (62) 3250-0707 GO (62) 9 9644 0139 Horário Comercial

Startup de empresa de equipamentos

Durante a Construir Minas 2014 – Feira Internacional da Construção –, que será realizada de 6 a 9 de agosto no Expominas, o Grupo Marfará Martins da Costa (Grupo MMC) irá apresentar ao mercado a startup de sua empresa para locação e venda de equipamentos para a construção civil e pesada, batizada como LIMC, sigla para Labor Indústria Mecânica Comércio. Criada a partir da prestação de serviços de consultoria com foco na ampliação de soluções técnicas para obras de todos os formatos, a LIMC, além de oferecer seus equipamentos de prateleira, pode inclusive, projetar e fabricar equipamentos especiais com tecnologia avançada para otimizar processos específicos para situações particulares de cada obra. Com experiência de 40 anos na atuação dos mais variados segmentos da engenharia, o Grupo inicialmente abriu a startup há três anos para atender as demandas das construtoras que o compõem. No entanto, durante esse processo, diagnosticou uma grande lacuna de mercado na área de prestação de serviços para a construção civil e pesada, principalmente aqueles ligados à otimização de processos em canteiros de obra.
Igor Marfará, diretor do Grupo MMC, conta que o serviço de consultoria e desenvolvimento de soluções customizadas não é comum nesse mercado de equipamentos, visto que as empresas primam por vender os produtos de prateleira, aqueles que já são de uso comum no mercado e que, principalmente, já fabricam ou representam para pronta-entrega. “Com essa percepção de mercado, conquistamos como clientes, já há alguns anos, empresas como Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Mills Engenharia, entre outras, que estão no grupo das maiores empresas do setor no Brasil”, declara o diretor do Grupo MMC. Para esses clientes a empresa já realizou o planejamento de lançamento de pontes na República Dominicana; cálculo e projeto de estrutura de reforço e adaptação da treliça de lançamento de vigas pré-moldadas modelo ASPEM 140/45 e estruturas complementares para realizar o lançamento de aduelas pré-moldadas de concreto no Equador, entre outros trabalhos.
Na consultoria, os engenheiros da LIMC analisam o projeto como um todo, o terreno e o canteiro de obras do cliente para, a partir daí, apresentar um diagnóstico que atenda as necessidades da empreiteira, otimizando processos, minimizando o tempo de execução da obra e contribuindo para a gestão de custos. “Estudamos as melhores possibilidades para cada caso. Dessa forma, ao invés de apenas vender um equipamento, a LIMC analisa como pode oferecer uma solução mais adequada para as necessidades de cada projeto”, explica Igor. Nesse sentido, a LIMC não fica presa aos equipamentos que tem disponível para venda ou locação, ela pode tanto fabricar um novo equipamento para a especificação técnica do projeto do cliente, como adaptar um outro equipamento que possui ou do próprio cliente, para ser utilizado de outra forma, em um outro terreno e projeto.
Por ser uma startup um modelo de negócio focado em sua capacidade técnica  que pode ser repetível e escalável— a LIMC não demandou muitos investimentos para a sua abertura e seu principal ativo é a capacidade técnica. “Não precisamos de uma grande planta para a fabricação de equipamentos. Nesse setor a produção ocorre por etapas e com a utilização de componentes adquiridos da indústria”, acrescenta Igor.
Segundo o diretor, a grande necessidade que o Brasil possui de investir em obras de infraestrutura constitui uma certeza de grande alavancagem de mercado para a LIMC. Além das obras previstas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), outros projetos ligados a empresas privadas no país e no exterior configuram um potencial mercado para a LIMC. Além disso, Igor revela que a empresa entrou no Grupo como uma fonte de diversificação de investimento.

Fonte: grandesconstrucoes.com.br



Conteúdos relacionados

Equipamentos p/ Locação
Loja Virtual Alusolda
Usados para Venda
Depto. De Assistência Técnica
Peças de Máquinas de Solda e Corte Plasma